segunda-feira, 27 de junho de 2011

Angélico entre a vida e a morte














Podia ter sido e Manuel, o João, o António, ou outra pessoa qualquer. Mas foi o cantor e actor Angélico conhecido por todos nós, o que nós faz pensar que a fama não nos protege de tragédias, até porque casos como o outro rapazote dos morangos, o Dino, a Sónia Brazão, o António Feio, entre muitos outros, são casos de famosos em que o brilho e o estrelato não fizeram "bolha actimel" para os proteger de tudo o resto.


Mas o caso actual é o do Angélico, e apesar de tudo o que se escreve ir de encontro à pessoa maravilhosa que ele é, que acredito, não se pode tapar os olhos ao facto de ele conduzir um carro com cerca de 300 cavalos, sem cinto de segurança, SEM CINTO!!


É triste um rapaz tão jovem e talentoso estar em morte cerebral, entre a vida e a morte, tal como outro jovem qualquer, mas vou ter que salientar a falta de sensibilidade por parte da TVI em não cancelar uma festa em que o cantor seria a principal atracção. Ainda por cima com amigos a apresentar e a terem que sorrir e a fazer os tradicionais oh yeah, oh yeah. Mas que empresa é esta que pensa primeiro nas audiências em detrimento de uma tragédia assim?


De salientar também, a Rita Pereira se ter recusado apresentar essa dita festa. Teve bem. Quem não faria o mesmo certo?


Por outro lado, nota negativa ao só permitirem entrar a Rita Pereira e Família do cantor, e não deixarem entrar Anita Costa, apontada como namorada actual do cantor, e que se encontra completamente sedada e inconsolável dado as noticias do acidente.


Enfim, toca a todos! E o importante é haver cada vez mais consciência que a estrada mata. E os facilitismos antecipam essa morte.


By C.

2 comentários:

Ivânia Santos (Diamond) disse...

Concordo contigo sobre a atitude da Tvi :/ Enfim.. esta tragédia que acorde muita gente para a vida, pois a morte não escolhe classes sociais nem coisa que se pareça. Conduzir sem cinto foi uma enorme responsabilidade, talvez pensasse como muitos "as coisas más só acontecem aos outros" mas não é assim...

Biju*

Girls Next Door disse...

Mesmo. Que sirva de exemplo para todos nós, jovens, que achamos que a vida nos dará a mão até à velhice.
Beijinhos querida**