domingo, 17 de janeiro de 2010

Relações à distância.


Queridos leitores, digam de vossa justiça, relações à distância resultam?
Temos uma vizinha que vive, já algum tempo, uma relação à distância. Uma relação que já lá vai para cima de quatro anos, e se esta distância era de 30 ou 40 km, agora passou para duas cidades que distam cerca de 300km entre si.
A juntar à festa há trabalho, horários a serem cumpridos, há folgas não coincidentes, e há uma série de coisas que levam uma relação a ser vivida de muito telefone, e de pouco afecto e carinho físico, de calendários com dias marcados e contados.

E pior... de um túnel em que não se sabe quando se verá luz, i.e., não se saberá quando esta situação á distância terá fim. Quando fisicamente estarão a viver e a conviver no mesmo espaço e se resultará dessa nova forma.

Posto isto, valerá a pena viver uma relação assim? Onde a certeza e a incerteza de um futuro bom e feliz caminham de mão dada?
Ajudem-nos a ajudar a nossa vizinha fazfavor.
By C.

5 comentários:

Menina de Salto Alto disse...

Estou neste momento a viver uma relação assim...
É dificil! Muito dificil!
É essa falta de carinho, de contacto físico, de palavras olhos nos olhos que torna tudo o que é simples, complicado.
É o contar os dias e a fazer tudo de forma combinada....
Enfim... eu luto por isto, mas até que ponto valerá a pena? Até que ponto a outra pessoa vê as coisas como eu, se esforça como eu? Isso não sei. Mas agora não desisto!

Bomboca do Amor disse...

Quando as pessoas têm vontade que essas relações resultem, eu acho que podem mesmo resultar. Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Drama Queen disse...

Nunca passei por essa experiência, mas conheço algumas pessoas que têm uma relação à distância. E percebi duas coisas essenciais:

1 - é difícil gostar de alguém que está longe. O casalinho morre de saudades. :)

2 - só dura enquanto estão longe um do outro. Quando passam a viver juntos, a convivência arrasa tudo em 2 meses.

Atenção, claro que não é regra! É apenas o que observei até agora :)

Anónimo disse...

O problema é que a distância torna o bom, muito bom, mas o mau, pior. Por isso acho que se os dois lutarem pelo mesmo, muito bem, senão um a lutar muito o outro a acomodar.se não dá.

Custa muito mesmo. E é mais facil vir alguem e estragar tudo.

Adriana disse...

é muito complicado, mas se o objetivo for o mesmo, um dia a distância se rompe.
Cada caso é um caso, difícil palpitar.