terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Ruins!


Nós somos ruins, muito muito ruins!
Depois de um habitual e sempre bom café entre vizinhos, a conversa chegou à celebre pergunta: "O que fariam com o euromilhões?"
Ora eu e a N. a N. e eu, logo começamos a desenvolver o raciocínio e chegamos à conclusão que, para além das infindáveis viagens pelo mundo, das compras compulsivas por Paris, Milão, NY, Madrid, comprávamos uma Quinta, alias, uma Quinta não, uma fazenda, uma coisa em grande, e colocávamos lá todas as raparigas magras com o belo do silicone proeminente. Alimentávamo-las a Mcdonalds os dias todos e só quando elas estivessem com o peso ideal (300 kg mais coisa menos coisa) é que as "soltávamos" para o mundo real. Acabávamos com todo o tipo de ceras e materiais depilatórios (menos para nós).
Somos más não somos?
Também comprávamos o Real Madrid e despedíamos o Cristiano Ronaldo, bem como abolíamos os diamantes, as malinhas LV, as micro e justas camisolas, de todos os jogadores de futebol.

Mas também fazíamos as boas acções, se é que as citadas anteriormente não são excelentes acções, ajudávamos as criancinhas, os animais e os velhinhos.
Também comprávamos um ou outro café e conduzíamos aquilo até a falência, só por causa das coisas.
Passávamos a ter vizinhos em todas as partes do mundo, visto que passávamos a ter habitações como ninguém.
Abolíamos os scanners nos aeroportos.
Para? Realmente,para nada, não iria ser necessário uma vez que íamos ter aviões privados, e não íamos fazer explodir o nosso próprio aviãozinho pois não?
Construíamos um mundo de Avatares só para irmos lá de vez em quando brincar tal disneyland.

Back to reality! Mesmo assim, vamos lá esfregar as mãozinhas e esperar por sexta-feira.
Deus nos perdoe. A nós e aos nossos pensamentos ruins.
By C. and N.



1 comentário:

Susana R. disse...

lol se eu ganhasse o euro milhões dava-me uma "travadinha" ;) por isso começava por gastar o mesmo em consultas médicas lol